Terceiras (quartas, quintas…) Camisas de Clubes Brasileiros

7 11 2008

Todas sabemos que o marketing esportivo está começando a engatinhar no Brasil. Se considerarmos os 12 maiores clubes do país, alguns já podem até tentar andar com suas próprias pernas.

Ações como a do Corinthians de vender espaços na camisa a ser usada no último jogo da série B são exemplos disso, assim como podutos de todos os seguimentos com a marca do clube.

Um importante fator de promoção e venda do time são suas camisas. Além de ser o reflexo da campanha do time durante todo o ano, as vestimentas já deixaram há muito tempo de ser exclusividade dos praticantes e admiradores do futebol. Taxada de “brega” (quando usada casualmente), as camisa esportivas vem ganhado cada vez mais espaço em bares, restaurantes e áreas de lazer em geral.

Vendo este nicho importante de mercado, os clubes e suas fornecedoras de material esportivo começaram a caprichar e a selecionar melhor os modelos a serem usados pelos jogadores e adquiridos pelos torcedores. Belas camisas são lançadas quase todos os dias e no Brasil está se começando a inovar em um quesito que a Europa já faz a muito tempo: as terceiras camisas.

sem-titulo1Estas camisas acima são as terceiras de Atlético MG, Atlético PR, Figueirense, Flamengo e São Paulo, respectivamente. São belas camisas, mas tirando o dourado da do Galo e o símbolo de Regatas do Fla, é tudo mais do mesmo. Não há nenhum tipo de inovação.

O primeiro uniofme é praticamente intocável e assim o deve ser afim de manter uma identidade do time. Mas equipes como o Barcelona e o Chelsea, por exemplo, raramente mantem a mesma cor nas camisas 2 e 3. No Brasil (que eu me lembre) foi o Fluminense, em 2001, que inovou nesse quesito com a camisa laranja (abaixo). A camisa foi vetada pelos dirigentes, que defendiam que o estatudo do time não permite que sejam usadas cores diferente de verde, grená e branco, e certamente não endendem nada de marketng, engessando a criatividade dos desings. A camisa por sinal foi um sucesso de vendas, mas nunca foi usada em jogo

laranja-2001_2002

Ano passado o Palmeiras com sua Verde-limão e esse ano o Corinthians de Roxo seguiram a tendência na Europa. Mais um sucesso de vendas. A do Palmeiras, aliás, foi “promovida” a segunda camisa este ano.

palmeiras-2

Além dessas ainda foram lançadas mais duas que poderiamos classificar como ousadas. A do Coritiba (comemorativa ao acesso) e da Portuguesa. Esta última pode não parecer inovador, mas deve-se lembrar que o preto não faz parte das cores oficiais da Lusa.

sem-titulo2

Mas eis que no apagar das luzes de 2008 surgem essas (boas) surpresas, em meio a revolta do veto da camisa azul do Santos (pelo mesmo motivo da do Fluminense):

sem-titulogGoiás e Figueirense acompanharam e lançaram camisas de cores diferentes e interessantes. A do Goiás é apenas mais uma versão de verde, mas este por ser meio florescente ficou bem legal. Seria melhor de o degradê fosse até o final da camisa (esse “V” ficou estranho).

A do Figueira eu achei muito estranha. É pra lembrar os 10 anos de parceria com a Umbro, mas a camisa ficou muito feia. Esse vermelho não ficou muito bem. Se fosse toda dourada ficaria bem melhor. Mas como esse post é dedicado a iniciativa, mais vale pecar por erro do que por omissão.

Fiz mockps de alguns times da série A que ainda não perceberam ou estão com a criatividade presa a estatutos antiquados e extremamente conservadores. Ao longo dos dias eu posto aqui. É torcer para que a inovação das camisas chegue e fique em todos os clubes do Brasil.

About these ads

Ações

Informação

5 respostas

13 11 2008
Eleté

Junior, muy bueno el artículo, la verdad que Brasil está bastante más adelantado en comparación al resto de sudamérica en cuanto a innovar con las terceras camisetas…Espero ver esos mock-ups…

13 11 2008
Sergio Travassos

gostei do post. interessante análise. como ficaria uma camisa do Santa Cruz em azul, cor predominante de Pernambuco e pelo clube ser o fita azul do brasil?

13 11 2008
Davi Oliveira

Cara…esqueceu da primerona…

camisa amarela do vitoria da bahia – topper..que foi um sucesso na epoca..incrivel e bem antes da laranja de fluminense…

diria que foi ousadia d+ pra epoca..

13 11 2008
maickcosta

muito legal essas camisas. Os clubes realmente estão “engatinhando” nessas possibilidades, assim como em muitas outras coisas no que se refere a gestão. No entando, eu gostei da do Goiás e da do Coritiba. Muito legal

13 11 2008
Junior Louzada

Sergio,

Estou fazendo os mockups começando pela série A, em ordem alfabética.
Portanto, times da série D vão demorar um pouco…

Brincadeira. Sugestão aceita. Desde que me mudei pra Recife, o Santa é o clube que mais me identifico (até por causa da relação Inferno-Galoucura).
Tá na pauta. Me explica essa história de “fita azul”???

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: